Findo o período de férias de verão é tempo de regressarmos ao trabalho. Para muitas pessoas esta é uma fase difícil, normalmente com tarefas acumuladas por realizar.
Inicialmente é mais complicado retomar o ritmo habitual de produtividade, o que pode gerar alguma ansiedade e muitas vezes depressão. A alteração do clima exerce também influencia sobre nós, nomeadamente os dias mais cinzentos.

Sintomas

Alguns dos sinais da depressão podem ser a tristeza, a falta de interesse em geral, a falta ou excesso de sono, pensamentos negativos, dores no corpo, fraqueza, falta de apetite. Podemos combater estes sintomas e também a causa da depressão através de métodos naturais.
É o que propomos com a utilização da yogaterapia, que nasceu da união do yoga clássico com a medicina moderna, isto é, com a aplicação dos métodos da ciência médica ocidental para estudar os efeitos terapêuticos da aplicação do yoga. As principais técnicas utilizadas no yoga terapêutico, ou yoga terapia, são as posturas psico-físicas, técnicas de controle da respiração, técnicas de relaxamento, a alimentação saudável, a massagem terapêutica, a cultura do pensamento positivo e a meditação.
O paciente executa um programa previamente definido pelo yogaterapeuta, adaptado á sua condição física e mental.
A grande vantagem da yoga terapia é a de que não utiliza químicos ou aparelhos mecânicos auxiliares, é um sistema integral, visa não apenas o tratamento dos sintomas mas também procura tratar a raiz das doenças.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) define saúde não apenas como a ausência de doença, mas como um estado de perfeito bem-estar físico, mental e social. Segundo o yogi e mestre Aurobindo o objectivo do Yoga é o bem estar físico, mental, social e espiritual.

Alimentação

Devemos ingerir mais cereais integrais, leguminosas, vegetais como beringela, pepino, beterraba, algas, feijão, ervilha, abóbora, couve-flor. Evitar citrinos e comer uvas, maçãs e todo o tipo de bagas. Comer vegetais com folha verde, pois são ricos em fibra. Utilizar alimentos ricos em vitamina E e D. Evitar chá, café, bebidas gaseificadas, queijos gordos, conservas e carnes vermelhas.

Yoga

Para além da alimentação acima referida devemos cultivar o pensamento positivo e praticar, de preferência diariamente, as técnicas de yoga “saudação ao sol”, “respiração rápida abdominal” (kapalabhati) e o relaxamento consciente na postura “savasana”.
Evitar a meditação durante a fase de depressão. A técnica “respiração rápida abdominal” consiste numa série de expirações rápidas e forçadas. A expiração é rápida e vigorosa enquanto que e a inspiração é lenta e uniforme. Não efectuar retenções. Ao acordar repita para si próprio: “Hoje é um grande dia. Hoje sinto-me melhor do que ontem.” Antes de deitar faça uma breve análise do seu dia e verifique o que ainda pode melhorar. As técnicas acima indicadas devem ser acompanhadas sempre sob a orientação de um yogaterapeuta.
Não constituem de forma alguma um tratamento aplicável como uma regra geral, mas são um poderoso instrumento natural que inequivocamente auxiliam no tratamento da depressão.