Home > Yoga no Tempo em Portugal

Yoga no Tempo em Portugal

O Yoga ao longo tempo em Portugal

Este texto aborda a tendência de interesse pelo yoga no tempo em Portugal, entre os anos de 2004 e 2024. Apresentamos os dados do Google e do YouTube. Também refletimos sobre a definição e o contexto do yoga.

O yoga, conhecido como ioga na língua portuguesa após o acordo ortográfico, é uma prática de origem indiana que abrange diversas disciplinas, incluindo a meditação. Em Portugal, as aulas de yoga postural surgiram desde o final da década de 1960 ou início da década de 1970. No entanto, é importante compreender o yoga em Portugal para além das aulas posturais populares yoga. Fernando Pessoa traduziu um livro sobre yoga na década de 1920, e nessa mesma década, ocorreu o primeiro curso de yoga (raja yoga) em Lisboa. A Sociedade Teosófica de Lisboa ministrou  esse curso. Portanto, as aulas de yoga não postural tiveram início em Portugal na década de 1920 com o curso de raja yoga. Além disso, existem referências ao yoga nas revistas do final do século XIX, como o boletim da Federação Espírita.

Yoga entre os portugueses

A conexão dos portugueses com os yogues remonta ao século XVI, durante a presença portuguesa no Malabar indiano. Goa foi uma colónia portuguesa durante 450 anos. Os missionários portugueses descrevem em numerosos relatos as práticas dos “jogues”, incluindo os seus estilos de vida, vestimentas e dieta.

O yoga no tempo em Portugal mostra como o mesmo foi integrado no país  e no Ocidente, entrelaçado com narrativas sobre saúde, bem-estar, exercício físico e imagem corporal nas primeiras décadas do século XX. Além disso, hoje o yoga é uma prática popular e as posturas são realizadas em diversas instituições, como escolas, prisões, empresas, ginásios e associações culturais.

A dificuldade em definir yoga é um dos paradoxos contemporâneos mais intrigantes. Muitas vezes, profissionais e praticantes tendem a confundir as partes com o todo ao tentarem explicar as suas práticas. Como o yoga é uma cosmovisão que engloba ética, valores, reflexão e contemplação, ele precisa de ser contextualizado antes de ser definido. A cultura é determinada pelo tempo e o espaço onde ocorrem as práticas de yoga. Uma definição básica de yoga deve abranger os aspetos culturais incorporados nas práticas. Deve incluir aspetos linguísticos, narrativas, crenças, costumes, alimentação, movimentos do corpo, traje e a antropologia dos locais onde se produz o yoga.

yoga no tempo em PortugalYoga ao longo do tempo em Portugal

Pesquisas sobre yoga em Portugal

A figura acima ilustra a oscilação das pesquisas pela palavra yoga no tempo em Portugal, nos últimos 20 anos. A forma sinusoidal da curva indica que a demanda não é uniforme no yoga no tempo em Portugal. Notavelmente, em 2024, a procura é comparável à do primeiro trimestre de 2004. É importante destacar que o Google é atualmente um dos principais motores de busca na internet em Portugal, detendo uma quota de mercado de 92%.

Durante a pandemia de Covid-19, houve uma mudança significativa na forma como o yoga foi praticado, com uma transição essencial para o digital devido ao fecho de muitos centros e estúdios de yoga. Muitas pessoas passaram a consumir aulas de yoga via dispositivos móveis e computadores, utilizando plataformas como o YouTube e o canal Vimeo do IPYM.

A pesquisa por yoga no YouTube aumentou consideravelmente no segundo trimestre de 2020, logo após o início da pandemia. Manteve-se em níveis superiores aos do período anterior à pandemia. O yoga online emergiu como um paradigma duradouro, especialmente a partir de 2012, com a melhoria da infraestrutura tecnológica nos lares portugueses. Isto permitiu que os praticantes assistam facilmente aos conteúdos digitais síncronos e assíncronos, como aulas de yoga e meditação na plataforma Yoga em Portugal.

yoga no tempo no youtube Portugal
Yoga no Youtube ao longo dos anos.

O Yoga online em Portugal

O yoga no tempo em Portugal, em particular no ecossistema online, oferece uma experiência variada. Isto é influenciado pela qualidade da internet, pela plataforma utilizada e pelas preferências individuais dos praticantes. Algumas características comuns do yoga online incluem:

  1. Acesso Remoto: Os praticantes podem participar das aulas de yoga de qualquer lugar com acesso à internet, seja em casa, em viagem ou em outro local com internet.
  2. Variedade de Estilos e Níveis: As plataformas de yoga online oferecem uma ampla gama de estilos, desde os tradicionais como Haṭha e Flow até os mais especializados, como o Yin ou o Kuṇḍalinī. Há opções para todos os níveis de habilidade, desde iniciantes até avançados.
  3. Aulas Gravadas e ao Vivo: Os praticantes podem aceder às aulas gravadas a qualquer momento e participar em aulas ao vivo, onde os instrutores conduzem a prática em tempo real, permitindo interação e feedback imediato.
  4. Flexibilidade de Horário: O yoga online oferece a flexibilidade de praticar em qualquer horário conveniente para o praticante, adaptando-se à sua agenda pessoal.
  5. Instrução Detalhada: As aulas online geralmente incluem instruções detalhadas sobre posturas (āsanas), técnicas de respiração (prāṇāyāma) e meditação (dhyāna), entre outras técnicas. Além disso, incluem  orientações passo a passo para garantir práticas seguras e eficazes.
  6. Comunidade Online: Algumas plataformas oferecem recursos para construir uma comunidade virtual de praticantes, como fóruns de discussão, grupos sociais e interação com instrutores e outros alunos.
  7. Custo Variável: O custo do yoga online pode variar, desde aulas gratuitas até assinaturas mensais ou pagamento por aula. Assim, depende dos serviços oferecidos e da qualidade da plataforma.

Estas características tornam o yoga online uma opção acessível, conveniente e diversificada para praticantes de todos os níveis e preferências.

Conclusão

Em conclusão, ao refletirmos sobre o yoga no tempo em Portugal verificamos que nos últimos 20 anos não houve  aumento significativo na procura pela palavra “yoga” nas pesquisas web do Google. No entanto, em relação à pesquisa sobre yoga no YouTube, há um aumento substancial a partir de 2020, coincidindo com a pandemia. Além disso, é provável que a procura tenha duplicado ao longo da última década em Portugal. Esses dados sugerem que a procura pelo termo “yoga” no Google não revelou um crescimento marcante, mas aumentou o interesse pelo yoga no contexto online. A pesquisa no YouTube  aumentou consideravelmente com a pandemia e ao longo da última década. Isso pode refletir uma mudança nas preferências e hábitos dos praticantes de yoga. Assim, hoje há maior adoção às plataformas digitais para visualizar conteúdos relacionados com yoga e meditação.

0 0 Votos
Pontuação do Artigo
Subscrever
Receber notificações

0 Comentários
Opiniões no texto
Ver todos os comentários
0
Quero escrever comentáriox
Scroll to Top