Dissertação de Mestrado: “O yoga em Portugal: A relevância do yoga para uma sociedade multicultural”.

Resumo

O presente trabalho contribui para a compreensão da cultura
yoguica em Portugal. Os primeiros relatos sobre o yoga ocorreram ap
ós
a chegada dos missionários portugueses à Índia, no século XVI. Estudamos as
instituições e as publicações em língua portuguesa, que se tornam
particularmente relevantes ap
ós o ano de 1975.
Comparativamente ao tradicional yoga indiano, as práticas atuais do yoga
postural refletem metamorfoses e sincretismos ocorridos na modernidade.
Caracterizámos os yogas e aprofundamos os estudos numa perspetiva contemporânea
e multicultural. Procuramos estudar como as práticas modernas, segundo a
opinião dos praticantes, se relacionam com dimensões como o exercício fí
sico, a terapia
alternativa,
a filosofia de vida e a espiritualidade. Inquirimos os
praticantes portugueses, atrav
és de um questionário online, acerca das
suas opções religiosas e políticas e dos hábitos de prática, entre outros
aspetos. Ap
ós percorrermos o panorama regulamentar
de diversos países, concluímos com uma proposta sobre aspetos a considerar numa
futura regulamentação do ensino do yoga no nosso país.

Palavras-Chave: yoga, ioga em Portugal, multiculturalismo, espiritualidade.

Índice Geral

Introdução.16
Capítulo 1 Caracterização do yoga. 23
  1.1. Os darśana de Bhārata ou visões filosóficas da Índia. 23
  1.2. Yogas antigos e yoga moderno. 31
  1.3. Tipos de yoga. 36
  1.3.1. Patañjali yoga. 37
  1.3.2. Haṭha yoga. 37
  1.3.3.  Karma yoga. 38
  1.3.4. Jñāna yoga. 39
  1.3.5. Bhakti yoga.39
  1.4. Yoga como terapia. 40
Capítulo 2 Instituições do yoga. 42
  2.1. Associação de Raja Yoga. 44
  2.2. Federação Portuguesa de Yoga. 46
  2.3. Confederação Portuguesa de Yoga. 47
  2.4. Método DeRose  50
  2.5. Ginásio Clube Português. 51
  2.6. Outras instituições e profissionais independentes. 52
Capítulo 3 Publicações em Portugal. 57
  3.1. Os anos de 1500 a 1975. 58
  3.2. Entre 1976 e 2017. 66
  3.3. O yoga na academia. 68
Capítulo 4 Multiculturalismo e yoga. 72
  4.1. Yoga e desporto. 72
  4.2. Yoga e terapia. 80
  4.3. Yoga e religião. 85
Capítulo 5 Questionário aos praticantes de yoga. 103
  5.1. Metodologia. 103
  5.2. Caracterização da amostra. 103
  5.2.1. Características sociodemográficas. 103
  5.2.2. A prática de yoga. 107
  5.2.3. Prática religiosa dos praticantes de yoga. 112
  5.2.4. Opções políticas dos praticantes de yoga. 113
  5.3. Análise inferencial. 114
Capítulo 6 Subsídios para a regulamentação dos profissionais do yoga. 125
  6.1. Atividades dos profissionais do yoga moderno postural. 127
  6.2. Atividades não profissionais do yoga tradicional. 127
Conclusão.. 128
Referências. 129
Anexos. i